Notebook%2520Sketch_edited_edited.png

MATERIAIS DE APOIO

Aqui disponibilizamos materiais de apoio aos professores.

GUIÃO DE VISITA  (para os professores)

FICHA DE EXPLORAÇÃO (para os alunos)

PROPOSTA DE ATIVIDADE (em aula):

“Marinheiros Prisioneiros”

Nível: 2º/3º Ciclo

Disciplinas:  História e Geografia de Portugal (6º ano) / História (9º ano)

Competências específicas a desenvolver:

Identificar fontes históricas, de tipologia diferente.

- Reconhecer a ação de indivíduos e de grupos em todos os processos históricos (…).

- Conhecer, sempre que possível, episódios da História regional e local, valorizando o património histórico e cultural existente na região/local onde habita/estuda.

Aprendizagens Essenciais:

6º ano - Os anos de ditadura

Sintetizar as principais características do Estado Novo, nomeadamente a ausência de liberdade individual, a existência da censura e de polícia política (…).

9º ano – Portugal: do autoritarismo à democracia

Explicar a oposição interna ao regime.

 

Ações Estratégicas de Ensino orientadas para o Perfil dos Alunos:

Recolher e selecionar dados de fontes históricas fidedignas para análise de temáticas em estudo.

 

Materiais:
Processos dos marinheiros presos no Tarrafal

 

Introdução:

Na sequência da revolta dos marinheiros, cinco homens foram levados para a pior prisão construída pelo regime de Salazar: a Colónia Prisional de Cabo Verde (Tarrafal).

Quando entravam na prisão era aberto um processo onde se registavam os seus dados pessoais e outras informações, como as datas de entrada e falecimento. O que acontecia lá dentro não ficava registado por escrito. 

 

Proposta:

Conhecer os marinheiros que foram presos no Tarrafal.

  1. Formar equipas de investigação.

  2. Cada equipa fica responsável por um processo.

  3. Ler o documento (o que for possível, pois os documentos manuscritos têm partes ilegíveis).

  4. Preencher uma ficha de recolha.

  5. Apresentar à turma a informação recolhida.

FICHA DE RECOLHA

Nome: _____________________________________________________________________

Data de Nascimento: _______________________________________________________

Naturalidade: _____________________________________________________________

Estado civil: _____________________________________________________________

Profissão: ________________________________________________________________

Data de Entrada: __________________________________________________________

Faleceu no dia: ___________________________________________________________


 

Desenvolvimento…

Esta proposta pode ser mais desenvolvida, de acordo com as caraterísticas dos alunos:

 

FICHA DE ANÁLISE

Nº de marinheiros presos no Tarrafal: ____

Idade com que foram presos: ____, ____, ____, ____, ____    

Média de idades: ____

Nº de anos de prisão: ____, ____, ____, ____, ____

Média de anos na prisão: ____

Nº de marinheiros casados: _____

….
 

Conclusões: ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

BIBLIOGRAFIA/WEBGRAFIA 

Sobre Rui Matos:

Rui Matos – Website oficial

Rui Matos - Currículo

[Por dentro]: Rui Matos / concepção Manuel da Costa Cabral, Paula Prates, Rui Matos; textos Ana Vaz Milheiro, Pedro Pousada; trad.Kennis Translations; design gráfico Paula Prates; fotogr. Rui Matos, Mário Sousa. Lisboa: Giefarte.

Disponível em
https://www.fpc.pt/Portals/0/PDF%20Exposicoes/Folha%20de%20salaRui%20Matos.pdf
(acesso: 01/02/2021)

 

Documentação sobre Rui Matos disponível na Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea:

Tendências da jovem escultura portuguesa. Lisboa: Galeria de São Bento, 1988.    

Seis escultores: seis intervenções. Lisboa: Biblioteca Nacional, 1994.

Rui Matos: escultura. Faro: Arco Galeria Municipal de Arte, 1992.

Rui Matos: ógãos e artefactos / [introd.] Rui Matos; fotogr. Danilo Guimarães. Lisboa: Ara Galeria de Arte, 1992. 

Esculturas de Rui Matos. [S.l.: s.n., s.d].

Os anos 40 na arte portuguesa / [ed. lit.] Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1982.  

 

Sobre o Local:

Feijó através dos Tempos (2020). Almada: Câmara Municipal de Almada. Disponível em
https://issuu.com/cmalmada/docs/feij__-_atrav_s_dos_tempos
(acesso: 01/02/2020)

 

Boletim Municipal Almada Informa, nº 149, maio 2009. Almada: Câmara Municipal de Almada.

Disponível em

http://www.m-almada.pt/xportal/xmain?xpid=cmav2&xpgid=publicacoes_detalhe&title_publicacoes_detalhe_qry=BOUI=20640825&publicacoes_detalhe_qry=BOUI=20640825&publicacoes_pesquisa_qry=BOUI=14487543
(acesso: 01/02/2021)

 

Sobre a Revolta dos Marinheiros:

Ver Apresentação concebida pelo Museu do Aljube – Resistência e Liberdade

HENRIQUES, José Eduardo Casimiro da Silva Capinha (2019). A Revolta dos Marinheiros de 1936 - Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Ciências Militares Navais, na especialidade de Marinha. Escola Naval Infante D. Henrique. Disponível em https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/30305/1/A%20revolta%20dos%20marinheiros%20-%20ASPOF%20Capinha%20Henriques.pdf
(acesso 01/02/2021).

SOBRE ARTE PÚBLICA