O que fazemos?

A Associação Cultural o Mundo do Espectáculo desenvolve projectos de formação e criação artística para públicos diversificados, crianças, jovens, adultos, famílias, profissionais de educação e mediadores culturais. 

Muitos destes projectos são dinamizados pelos núcleos independentes de formação e de criação artística que integram a associação: Actos Urbanos, Cena Múltipla, Teatro&Teatro, Teatro de Areia.  

Um projecto que é um Mundo...

Projecto de formação,  animação e criação artísticas, existente desde 1990, em Almada, que surge com o objectivo de criar uma nova sensibilidade relativamente às artes e expressões.

 

Nele se consideram fundamentais a educação estética como componente crítica e integradora do conhecimento e a educação artística como componente expressiva e criadora. Pretende-se nesta dupla focagem, contribuir para o desenvolvimento integral da pessoa e a sua abertura aos valores culturais.

Apresentamos a nossa equipa...

FRANCIS SELECK Encenador, formador, actor e cantor.
Formador e encenador na Cena Múltipla, grupo de teatro para adolescentes em Almada. Encenou peças de Sarah Adamopoulos para o Teatro de Areia. Foi assistente de Bernard Sobel e Robert Cantarella. Trabalhou com Graça Lobo,
Carlos Quevedo e André Benedetto. Participou em filmes, telefilmes e curtas-metragens. Interpretou canções de Charles Trenet, Jacques Brel e Jacques Prévert (entre outros). Nos Artistas Unidos apresentou “A 20 de Novembro” de Lars Norén com João Pedro Mamede, “A Inquietude” de Valère Novarina com
Eduardo Breda, “Holocausto (fragmentos)” de Charles Reznikoff e “Os mortos não bebem chá” de Daniil Harms com jovens actores amadores da Cena Múltipla. Trabalhou com a companhia Os Possessos como actor e no desenho de luz.

JOANA AREZ (n.1985), licenciada em Comunicação e Cultura, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É professora de Expressões Artísticas e colabora regularmente com a ACOME como produtora, criadora e formadora teatral no projeto de formação Iniciação ao Teatro. Foi ainda atriz e co-fundadora do Teatro de Areia. Trabalhou na área da Produção Audiovisual para Televisão, na vertente do Entretenimento (Endemol Portugal e Action4), e também em Relações Públicas na Caixa Geral de Depósitos, empresa onde também trabalhou como Gestora Comercial (2008 a 2018). Destaque para as formações mais recentes em “Teatro e Psicologia” no ISPA (2018) e em “Teatro Musical” na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional (2018/2019). Em 2021, participou no “Workshop Muppets de Cartão”, pela’ A Bolha.

Em 2020/2021 trabalhou na Manutenção de Websites (conteúdos e imagens) em projetos ligados à Saúde e à Arte Pública e em Mediação de Educação Literária no Move In - Fernão a ler, projeto de mobilização para a leitura e para a escrita, onde realizou, ainda, Gestão de Redes Sociais (Biblioteca Escolar da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto, Almada e ACOME).

JOANA SABALA (n. 1985), mestre em Sociologia da Saúde e da Doença pelo ISCTE-IUL, é professora de Expressões Artísticas, formadora teatral, actriz e encenadora. Em 2003, foi co-fundadora do Teatro de Areia. De 2005 a 2018,  organizou para a parceria entre a Associação Cultural O Mundo do Espectáculo e a Câmara Municipal de Almada  (CMA) o Festival Inter-Escolas de Teatro de Almada. Desde 2007, coordena e desenvolve projectos de educação pela arte e de intervenção em contexto escolar através da expressão dramática. Desde 2008, assume a coordenação pedagógica do projecto educativo Férias Artísticas, apoiado pelo IPDJ e pela CMA. Em 2012, colaborou na criação artística do espectáculo com e para a comunidade Flash Mob, apresentado na Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea, em Almada Velha. Desde 2014, colabora com o Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, tendo a seu cargo, e entre outras funções, a dinamização de oficinas artísticas dirigidas a grupos escolares e universitários. Trabalhou no projecto Meio no Meio (Artemrede), sob a direcção artística de Victor Hugo Pontes e com o apoio da iniciativa  PARTIS (Fundação Gulbenkian). Em 2010 criou o projecto Actos Urbanos, atelier de expressão dramática para jovens e adultos, cuja direcção artística assume também.

MANUEL JOÃO (n. 1957), Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, professor de História, fez parte do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC) durante todo o seu percurso universitário. Participou em formações e espetáculos com Fernando Gusmão, Adolfo Gutkin, Oliveira Barata, Joaquim Benite, António Augusto Barros, entre outros, e em vários festivais de Teatro Universitário. Como docente, pôs em prática iniciativas de expressão dramática/teatro em meio escolar, construindo o Teatro & Teatro em 1988 (em atividade ininterrupta até hoje), que marcou e marca a dinâmica das ofertas artísticas na matriz curricular da sua escola. Participou no projeto pedagógico (desde 1991), que deu origem à criação da Associação Cultural O Mundo do Espectáculo (em 2001), em Almada, fazendo parte das suas sucessivas direções. Desenvolve a sua atividade artística como dinamizador de projetos teatrais de vertente escolar e/ou comunitária, sendo também formador de professores em Expressão Dramática. Fez parte de diversos órgãos de gestão e administração escolar, funções que ainda exerce.

Dedica-se à formação de jovens na área do teatro. Criou, dirigiu e encenou mais de duas dezenas de espetáculos no grupo Teatro & Teatro, com textos de variados autores: Bertolt Brecht, Almada Negreiros, Jacinto Lucas Pires, João Cabral de Melo e Neto, António Mauriz, Rafael Alberti, Dário Facal, Moisés Matos, entre outros.

RITA MIRANDA (n.1985), mestre em Educação Artística com especialização em Teatro, pela Escola Superior de Educação de Lisboa e licenciada em professores do ensino básico com variante Educação Visual e Tecnológica, pela Escola Superior de Educação de Setúbal. É Professora de Educação Visual, Educação Tecnológica, Teatro e Cidadania, atualmente no Colégio Académico, em Lisboa. Colabora regularmente com a ACOME como atriz, criadora e formadora teatral no projeto de formação Iniciação ao Teatro. Integra desde 2000 o grupo Teatro&Teatro, como atriz, desempenhando ainda funções na cenografia e caracterização.

Destaque para os cursos de formação “Teatro e Psicologia” no ISPA, “Teatro Físico” no EVOÉ, “Workshop de caracterização, efeitos especiais e aerógrafo” na PartyLab e participação no “Workshop Muppets de Cartão”, pel’ A Bolha.

CATARINA PÉ-CURTO (n. 1977) frequentou o curso de Arquitectura de Interiores da Universidade Nova de Lisboa. Atualmente estuda Arte Multimédia na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Completou cursos de Cinema de Animação de Volumes (Fundação Calouste Gulbenkian), Fotografia, Iniciação ao Teatro, Gravura (Mestre Marçal), Animação para a Infância e Educação Criativa. Trabalhou como designer, fotógrafa e ilustradora para a Companhia de Teatro de Almada, Centro Cultural Malaposta, Teatro Forum de Moura e Teatro Extremo, entre outros. É ilustradora e designer do Festival Sementes desde 2004. Para publicidade, realizou cenografias e mascotes publicitárias. Trabalha regularmente como criadora e formadora nas áreas de marionetas, figurinos, adereços e cenografia. Colabora regularmente com o Festival Amadora BD e com outras entidades na concepção de espaços expositivos. Foi fundadora do grupo de teatro A Lente – Teatro de Aumentar, e também dos grupos Teatro de Areia e Núcleo de Marionetas, da Associação O Mundo do Espectáculo.

 
 
 
 
 
 
 
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
arrow&v

Obrigado pelo envio!

© 2021 by MUNDO DO ESPECTÁCULO. all rights reserved